Cópia de Pandemia

Ninguém pensou


“...pense agora no quanto vale buscar ajuda para alcançar um mínimo de bem estar nesse novo que se a gente pensar, é um velho viver humano.”



Em São Paulo, o primeiro período de quarentena iniciou-se em 20 de março de 2020. E ninguém pensou. Ninguém pensou que seria possível sentir tanto pânico, como que diante de um evento apocalíptico, ninguém pensou, mas sentimos. Ninguém pensou que seria possível vetar o carnaval em 2020 para deter a pandemia mas, não teve carnaval em 2021. Ninguém pensou antes, mas agora, sabemos que é possível.


Ninguém pensou que seria possível enjoar de ficar em casa, mas agora pensamos. Ninguém pensou antes no que afinal era ou não essencial para viver pois estávamos acostumados à cidade de que nunca dorme, mas agora pensamos. Ninguém culpava os pobres por disseminar vírus, mas agora, já existe quem diga essas coisas. Ninguém agradecia mais pelo trabalho massacrante, mas agora pensa que era melhor


do que não ter de onde tirar o sustento. Ninguém pensava em estudar tanto e sentir-se útil fazendo mil atividades online só pra não lidar com a culpa do ócio. Ninguém lembrou que o ócio é direito do ser humano assim como o sustento, e poucos estão pensando. Ninguém pensava quanta falta faria o motoboy nas suas vidas, e agora que pensam, nem por isso eles estão efetivamente ganhando mais. Ninguém pensava na quantidade de coisas que esquecemos da época de nossas lições da escola. Agora percebemos que não aprendemos nada. Ninguém estava pensando em ficar com crianças e adolescentes 13 meses dentro de casa e poucos foram os realmente cumpriram esse dever à risca, em paz então, não conheci ninguém. Ninguém pensava em ter que ser ainda mais violentada em tantos sentidos, por causa de um vírus, mas poucas de nós não fomos.



O fato é que a lista de situações nas quais simplesmente nós não pensávamos há 13 meses é infinita e que é muito pensamento novo pra esse nosso hardware de 100 mil anos lidar. O quanto nosso cérebro evoluiu? Quase nada, porém ninguém pensava que teríamos de pensar em além de dar conta da sociedade atual, o que já não estávamos conseguindo, nem de longe, ainda teríamos que chacoalhar nosso hardware para pensar no que nunca pensamos antes. O fato é que depois de tudo, somos as mesmas e se ninguém pensava que precisávamos de ajuda, o que não é verdade, muitas pessoas já pensavam há milênios, pense agora no quanto vale buscar ajuda para alcançar um mínimo de bem estar nesse novo que se a gente pensar, é um velho viver humano.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo